Romano Prodi presidirá comitê de apoio às missões de paz da União Africana

O ex-presidente do Conselho Italiano, Romano Prodi, presidirá um comitê da ONU encarregado de estudar maneiras de trazer apoio internacional para as missões de manutenção da paz da União Africana (UA), sob mandato das Nações Unidas, anunciou uma porta-voz nesta sexta-feira.

AFP |

Além de Prodi, o comitê conjunto ONU-UA incluirá James Dobbins (Estados Unidos), Jean-Pierre Halbwachs (Ilhas Maurício), Monica Juma (Quênia), Toshi Niwa (Japão) e Behrooz Sadry (Irã), informou Michèle Montas em um comunicado.

"O grupo agirá de acordo com as lições aprendidas em esforços anteriores e atuais da União Africana em matéria de manutenção da paz, explorando as possíveis opções para aumentar a durabilidade e flexibilidade dos recursos dos quais dispõem suas operações de manutenção da paz sob mandato do Conselho de Segurança da ONU", explicou a porta-voz.

Os membros do comitê viajarão a Nova York na segunda-feira para uma reunião com o secretário-geral, Ban Ki-moon, e dar início a suas tarefas, que incluem a elaboração de um relatório para o Conselho de Segurança até o fim do ano.

Recentemente, a UA teve dificuldades para realizar operações de manutenção da paz na província sudanesa de Darfur e na Somália, devido a uma falta crônica de recursos e pessoal treinado.

ga/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG