ROMA (Reuters) - Duas escolas de Roma foram obrigadas a fechar as portas por uma semana, depois que quatro estudantes contraíram o vírus da gripe H1N1 durante uma viagem escolar a Nova York, disse o Ministério da Saúde da Itália na sexta-feira. Quatro alunos, que retornaram dos Estados Unidos nesta semana junto com um grupo de estudantes e professores de duas escolas no centro de Roma, foram levados ao hospital depois de mostrar sintomas da gripe.

Eles realizaram exames que confirmaram a presença do vírus da nova gripe, popularmente conhecida como gripe suína.

O vice-ministro da Saúde, Ferruccio Fazio, disse em um comunicado que as escolas seriam fechadas por sete dias para evitar outras infecções. Funcionários das escolas disseram ainda não ter recebido ordens para mandar os alunos para casa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.