Rolls Royce substituirá até 40 turbinas do Airbus A380

Mudança ocorre após falha na turbina em um modelo da companhia australiana Qantas

iG São Paulo |

Reuters
Técnicos observam danos em uma das turbinas da aeronave, provável causa do pouso de emergência
A Rolls Royce substituirá até 40 turbinas do Airbus A380 utilizado por diversas companhias aéreas, após a explosão, em pleno voo, de um motor de um jato da australiana Qantas.

"Rolls vai revisar e pode substituir até 40 turbinas de toda a frota de aviões A380", disse nesta quinta-feira um porta-voz da Qantas.

Em 4 de novembro, um Airbus A380 da Qantas fez um pouso de emergência em Cingapura, depois de uma pane em um dos quatro motores da aeronave. Nenhum dos 433 passageiros e 26 tripulantes ficou ferido.

A Aeronave teve problemas pouco depois de decolar de Cingapura com destino a Sydney, quando sobrevoava a ilha de Batam, na Indonésia. Segundo um passageiro, a explosão aconteceu cerca de 15 minutos após a decolagem. Em seguida, o avião começou a tremer. "O piloto pediu permissão para retornar com prioridade a Cingapura", informou a Qantas.

O incidente, que espalhou destroços sobre a ilha indonésia, foi o mais grave até agora envolvendo o Airbus A380, o maior avião de passageiros do mundo, em operação desde 2007. 

No dia seguinte ao incidente, a companhia sugeriu que uma peça defeituosa ou um "problema no projeto" podem ter causado a explosão na turbina do avião.

"Acreditamos que isso seja muito provavelmente uma falha material ou algum tipo de problema de projeto", disse o executivo-chefe da Qantas, Alan Joyce.

*Com AFP e EFE

    Leia tudo sobre: airbusdesastres aéreos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG