Rogério Rosso é eleito governador do DF

Brasília, 17 abr (EFE).- O ex-secretário de Desenvolvimento Econômico do Distrito Federal Rogério Rosso (PMDB), que integrou a administração José Roberto Arruda, foi eleito hoje pela Câmara Legislativa governador do DF.

EFE |

Rosso ficará como governador do Distrito Federal até janeiro de 2011, quando o vencedor das eleições regionais de outubro próximo poderá assumir.

O novo governador foi durante o Governo Arruda, de quem era aliado e colaborador, diretor da Companhia de Planejamento do Planalto Central (Codeplan), uma das empresas envolvidas no escândalo de corrupção na capital.

Na sessão pública realizada hoje e transmitida pela televisão, Rosso recebeu o voto de 13 dos 24 deputados da Câmara Legislativa, o que lhe permitiu vencer as eleições indiretas sem necessidade de um segundo turno.

Entre os 13 deputados que optaram por Rosso estão oito que são investigados pelo mesmo escândalo de corrupção que custou o cargo de Arruda e que já têm abertos processos políticos contra si.

O ex-governador, detido em 11 de fevereiro, foi libertado há seis dias graças a um recurso judicial que lhe permite esperar em liberdade o julgamento.

Após a detenção do então governador, o cargo foi ocupado de forma interina pelo então vice-governador, Paulo Octavio Alves, que renunciou 15 dias depois por falta de apoio político e foi substituído pelo então presidente da Câmara Legislativa, Wilson Lima.

Apesar de ser apontado como favorito para vencer as eleições indiretas deste sábado, Wilson Lima (PR) recebeu só quatro votos, abaixo dos 13 obtidos por Rosso e dos seis dados a Antonio Ibáñez (PT). EFE cm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG