hibernação , diz Amorim - Mundo - iG" /

Rodada de Doha está em hibernação , diz Amorim

Costa do Sauípe (Bahia), 15 dez (EFE).- A decisão da Organização Mundial do Comércio (OMC) de não convocar uma reunião ministerial esta semana para tentar salvar as negociações multilaterais deixou a Rodada de Doha em estado de hibernação, disse hoje o chanceler Celso Amorim.

EFE |

"Não posso dizer que a (Rodada de Doha da) OMC morreu porque eu seria a última pessoa no mundo, após Pascal Lamy (diretor da organização), a dizer isso. Mas a OMC entrou em um estado de hibernação e não há muito o que discutir", assinalou.

O chanceler lamentou o fracasso dos esforços para tentar salvar as negociações de Doha, em coletiva de imprensa no balneário da Costa do Sauípe, onde amanhã acontecem as cúpulas do Mercosul, da Unasul, do Grupo do Rio e a da América Latina e do Caribe.

"Não é que a (rodada) respire por aparelhos. É como o urso que entra em uma gruta e que fica em estado de hibernação", assegurou.

"Vamos ver se após passar o inverno no hemisfério norte, não sei quando será isso, se depois de 20 de janeiro ou não, conseguimos despertar" a negociação, acrescentou Amorim.

O ministro negou que, como uma forma de reagir à atual crise financeira internacional e ao fracasso nas negociações, o Mercosul pretenda aumentar suas tarifas externas e adotar medidas protecionistas.

"Não escutei falar de uma elevação generalizada da Tarifa Externa Comum (nas reuniões de hoje). Havia algumas reivindicações pontuais que estavam sendo analisadas e seguirão sendo analisadas", afirmou.

"Eu disse em Genebra e repito aqui que não se pode discutir tarifas sem avançar em outros temas sobre os que prevalece a total insegurança, como os subsídios agrícolas. O que ficou hoje sem a Rodada de Doha é uma lei agrícola dos EUA mais restritiva que a anterior", assegurou Amorim.

Sobre o aumento das tarifas, o chanceler admitiu que o Mercosul não poderá ficar quieto caso tenha que enfrentar medidas desleais de comércio. EFE cm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG