Robô que aplica anestesia em pacientes é testado na França

Paris, 11 abr (EFE).- Um hospital francês testa o primeiro robô criado para anestesiar pacientes antes de intervenções cirúrgicas, informou hoje o Le Figaro.

EFE |

A máquina capta a ampla gama de ondas do cérebro mediante um eletrodo conectado à testa do paciente e assim calcula o nível de "sono" da pessoa.

O robô envia os dados a um computador portátil, que por sua vez "dá ordens às seringuinhas elétricas", que contêm os produtos anestésicos.

O aparelho, uma vez ativado pelo anestesista, "faz dormir e depois desperta o doente sem intervenção humana", explica o jornal, que presenciou um dos ensaios.

O hospital Foch de Suresnes, nos arredores de Paris, foi o responsável por testar o protótipo de robô, que já se encontra em duas de suas 12 salas de cirurgia.

Outros dez hospitais franceses, assim como centros belgas e alemães, participam do projeto.

"Nós somos os mestres das máquinas, que são nossas escravas", afirmou um médico envolvido no projeto.

Se o teste apresentar os resultados esperados por seus criadores, o robô liberará os médicos anestesistas desse trabalho, no começo e no final das intervenções cirúrgicas, permitindo que eles se dediquem plenamente ao verdadeiro acompanhamento dos sinais vitais e da segurança do paciente.

Embora não exista por enquanto nenhuma versão comercial do robô, por se tratar de um projeto de pesquisa biomédica, os especialistas estão convencidos de que eles terão invadido as salas de cirurgia dentro de cinco anos, indica o jornal. EFE jaf/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG