Rir no escritório é bom para todos, inclusive para o chefe

Roma, 18 set (EFE).- Rir no escritório faz bem, porque levanta o ânimo dos colegas e potencializa o status do chefe, segundo um estudo publicado hoje pela escola de direção empresarial da Universidade Bocconi, de Milão.

EFE |

De acordo com o estudo, realizado entre 1.860 funcionários de empresas da Itália, França, Alemanha, Reino Unido, Estados Unidos, Rússia e Japão, 98% dos entrevistados reconheceram que lança mão do humor no escritório e 99% afirmou que aprecia o bom humor.

Quanto ao que faz rir mais no local de trabalho, o estudo destacou que em todos os países os empregados gostam dos jogos de palavras, e que na Itália é onde há mais ocorrências sobre sexo e religião e se usam mais palavrões e gestos físicos.

Ao contrário, na Alemanha, Reino Unido e sobretudo nos Estados Unidos, o sexo e a religião parecem ser considerados temas tabus pelos empregados, que ironizam muito sobre eles mesmos e brincam sobre as diferenças de hierarquia no trabalho.

O comportamento dos franceses se parece mais com o dos italianos, e inclusive com os russos, que, no entanto, riem menos por assuntos de sexo e mais por causa dos palavrões.

Os escritórios mais tristes são os do Japão, porque ali os funcionários evitam assuntos que suscitem hilaridade e só se divertem com os jogos de palavras.

A pesquisa se concentrou também nos efeitos, considerados muito positivos, do bom humor sobre a organização do trabalho e ressaltou que, segundo os entrevistados, rir no escritório levanta a moral do grupo, assim como sua coesão e sua motivação para conseguir os objetivos pré-fixados.

Além disso, os dados publicados mostram que a liderança é reforçada pelo bom humor e que as mulheres usam a ironia no posto de trabalho muito mais que no passado. EFE afp/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG