Rio e rivais expõem candidaturas à sede olímpica de 2016

O Rio de Janeiro e as outras três cidades que concorrem à nomeação de sede da Olimpíada de 2016 tentarão nesta quarta-feira convencer os membros do Comitê Olímpico Internacional (COI) a votar por suas candidaturas. Em um evento na cidade suíça de Lausanne, o COI ouvirá os planos de Rio, Madri, Chicago e Tóquio antes de tomar sua decisão final a ser anunciada em outubro.

BBC Brasil |

O repórter de esportes da BBC Alex Capstick, que está em Lausanne, afirmou que a disputa pela sede olímpica de 2016 "está sendo descrita como uma das mais concorridas da história".

Na campanha entraram até mesmo dois presidentes: o brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva e o americano Barack Obama.

"Chicago, com o apoio do presidente Obama, conta talvez com um pequeno favoritismo. Madri é vista como um possível azarão. Tóquio, uma aposta segura. E o Rio quer se tornar a primeira cidade na América do Sul a sediar uma Olimpíada", afirmou o repórter.

A chance de "vender o seu peixe" é essencial para as cidades, já que os membros do COI não são autorizados a visitar as candidatas desde o escândalo de corrupção envolvendo os lobistas por Salt Lake City, em 1999.

"Creio que elas vão utilizar esta oportunidade como um belo palanque", disse o membro do COI Dick Pound.

Mas ele disse acreditar que as candidatas não revelarão agora todas as suas cartas. "Acho que esperarão e guardarão suas surpresas para o final", afirmou.

A delegação brasileira, que chegou no fim de semana à Suíça, é encabeça pelo governador do Rio, Sérgio Cabral, e o prefeito da capital fluminense, Eduardo Paes, que tentarão convencer os membros do COI de que a infra-estrutura hoteleira e de transportes da cidade está à altura de tamanho evento.

Nesta semana, em passagem por Genebra, a poucos quilômetros de Lausanne, o presidente Lula disse que os investimentos do país na infra-estrutura para a Copa de 2014 permitirão abrigar "outros grandes eventos esportivos" de mesma escala.

Em uma entrevista coletiva reservada para a imprensa esportiva estrangeira, ele fez campanha pela capital fluminense para 2016.

A escolha do COI será anunciada na cidade de Copenhague, na Dinamarca, em outubro.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG