Rio de Janeiro sediará Fórum Econômico Mundial para a América Latina em 2009

Rio de Janeiro, 12 abr (EFE).- O Rio de Janeiro sediará a edição do próximo ano do Fórum Econômico Mundial para a América Latina, informou hoje o Governo estadual.

EFE |

A escolha do Rio como sede do próximo encontro será anunciada pelo presidente do México, Felipe Calderón, na cerimônia de encerramento do Fórum Econômico Mundial para a América Latina 2008, que será realizado nas próximas terça e quarta-feira, em Cancún, balneário mexicano.

O vice-governador do Rio e secretário estadual de Obras, Luiz Fernando Pezão, e o secretário estadual de Fazenda, Joaquim Levy, representarão o Governo fluminense na sessão em que a cidade do Rio de Janeiro será anunciada como a próxima sede do Fórum.

Em comunicado, Pezão afirmou que o Fórum, organizado por empresários de todo o mundo, permite que os países da região possam trocar experiências bem-sucedidas em vários assuntos.

"Será um momento importante para o Rio de Janeiro, não apenas porque estaremos incluídos em discussões que são comuns a todos os países, mas também porque poderemos mostrar as experiências bem-sucedidas do Rio de Janeiro que podem ser compartilhadas", segundo o vice-governador.

Na reunião de Cancún, que será a terceira edição para a América Latina, o Fórum Econômico Mundial reunirá sete chefes de Estado, um vice-presidente, 40 ministros e 370 empresários para debater sobre a maneira de assegurar um lugar para a região em um panorama econômico incerto.

Na reunião da próxima semana, participarão os chefes de Estado de México, Colômbia, Guatemala, El Salvador, Honduras, Costa Rica e Trinidad e Tobago, além do vice-presidente da Nicarágua.

As duas primeiras edições latino-americanas do Fórum aconteceram em Santiago (2007) e em São Paulo (2006). EFE cm/wr/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG