Richard Gere se mobiliza para liberar repórteres presos em Mianmar

Londres, 9 jul (EFE).- O ator americano Richard Gere fez uma chamada à ONU para que apoie a campanha Free the VJs, que pede a libertação de cinco repórteres presos em Mianmar por gravar os distúrbios de 2007.

EFE |

A campanha é promovida pela The Co-operative, uma empresa britânica de venda a varejo que funciona em regime de cooperativa, e tem como eixo central o "Burma VJ", um filme com as imagens gravadas por estes repórteres que estreará em 40 salas de cinema do Reino Unido em 14 de julho.

Os repórteres, segundo os responsáveis da campanha, "correm o risco de serem torturados e inclusive de morrer por documentar a incrível história por trás dos levantes de 2007".

Gere comentou, após ver o filme, que "é de vital importância que as pessoas vejam este filme e se envolvam no movimento para ajudar Mianmar e (a vencedora do prêmio Nobel da Paz e líder opositora birmanesa) Aung San Suu Kyi".

"Apoiar este filme e a campanha da The Co-operative reforçará o senso de responsabilidade das pessoas, mostrando que cada um de nós pode influenciar para que haja uma mudança positiva no mundo", disse Gere, que pediu ao mundo para não se esquecer de Mianmar. EFE fpb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG