Richard Clayderman denuncia furto de US$ 40 mil em hotel mexicano

México, 18 fev (EFE).- O pianista francês Richard Clayderman denunciou que lhe furtaram US$ 40 mil num hotel do estado de Aguascalientes, no centro do México, informaram hoje a Promotoria e a imprensa do país.

EFE |

O Ministério Público confirmou à Agência Efe que o empresário de Clayderman apresentou uma denúncia sobre o furto, mas, mencionando o sigilo requisitado pelo queixoso, não especificou a quantia levada.

No entanto, em sua edição de hoje, o jornal "Reforma", citando fontes da investigação, revelou que US$ 40 mil foram furtados, soma que Clayderman teria recebido para uma apresentação no Teatro Aguascalientes.

Ainda segundo a publicação, ao fazer a denúncia, o representante do artista, Gilbert Marie Urbai, disse que, por volta do meio-dia de segunda-feira, perguntou a funcionários do hotel se os quartos tinham cofres.

Apesar de ter sido informado que o serviço só era oferecido na recepção, o empresário deixou uma pasta com os US$ 40 mil dentro do quarto. Quando voltou, à meia-noite, descobriu que o dinheiro havia desaparecido.

O gerente do hotel, Roberto Ramírez, confirmou à Efe que o caso está sendo investigado, que funcionários do estabelecimento estão sendo interrogados pelas autoridades e que o acesso às câmeras de vigilância foi liberado.

Ramírez também destacou o compromisso do hotel com a solução do caso, e admitiu: "Embora tenha medidas de segurança para minimizar os riscos a assaltos, (o estabelecimento) não é nenhuma fortaleza onde não acontece nada". EFE pem/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG