Rice visitará Bulgária para analisar projetos energéticos

Sófia, 8 jul (EFE).- A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, chega nesta quarta-feira a Sófia, em uma visita de seis horas na qual se encontrará com líderes búlgaros para analisar vários projetos energéticos regionais.

EFE |

Além disso, a chefe da diplomacia americana será condecorada com a Ordem de Stara Planina de primeiro grau, a máxima distinção búlgara, informaram hoje à Agência Efe fontes do Gabinete do presidente da Bulgária, Georgi Purvanov.

Rice chegará a Sófia procedente de Praga, onde deve assinar hoje com o Governo tcheco o acordo para instalar no país um radar para o escudo antimísseis europeu.

A secretária de Estado americana será recebida pelo primeiro-ministro tcheco, Serguei Stanishev, com quem analisará o projeto do gasoduto Nabucco, patrocinado por União Européia (UE) e EUA, para reduzir a dependência do bloco europeu do gás russo.

Também falarão sobre o projeto rival, South Stream, que fornecerá gás natural russo à Europa através da Bulgária, e conversarão sobre a construção de uma segunda usina nuclear perto da cidade de Belene.

Rice e Stanishev também conversarão sobre a cooperação bilateral nas esferas militar e econômica, e a respeito futuro das forças multinacionais no Afeganistão e no Iraque.

Após as reuniões na sede do Governo em Sófia, Rice participará de um almoço oficial com o ministro de Assuntos Exteriores búlgaro, Ivaylo Kalfin, e depois será recebida por Purvanov.

O presidente entregará a Rice a Ordem de Stara Planina de primeiro grau por seus méritos na resolução do caso das cinco enfermeiras búlgaras condenadas à morte na Líbia.

As enfermeiras búlgaras ficaram presas na Líbia durante oito anos sob suspeita de terem contaminado com o vírus da aids centenas de crianças em um hospital de Benghazi.

No início de julho do ano passado, as enfermeiras voltaram à Bulgária após a intervenção do presidente da França, Nicolas Sarkozy, e da então primeira-dama francesa, Cécilia.

Após sua curta visita à Bulgária, Rice seguirá para a capital da Geórgia, Tbilisi. EFE vp/wr/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG