Rice se diz envergonhada por Nelson Mandela ainda estar na lista negra americana

A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, admitiu nesta quarta-feira que é vergonhoso o fato do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela e de seu partido, o Congresso Nacional Africano (ANC), permanecerem na lista de organizações terroristas dos Estados Unidos.

AFP |

"Realmente espero que possamos suspender estas restrições sobre o ANC", declarou a chefe da diplomacia americano no Congresso.

"A África do Sul é um país com o qual agora temos excelentes relações, mas é vergonhoso que ainda tenha que intervir pessoalmente para autorizar a entrada em nosso território de meu colega sul-africano, para não falar do grande dirigente Nelson Mandela", acrescentou.

Rice fez a declaração a uma comissão do Senado, depois de ter anunciado o desejo de adotar uma nova lei para retirar o ANC da lista de organizações terroristas.

Não foi definida nenhuma data para a adoção do texto, que no entanto deve ser aprovado sem problemas pelo Congresso, com o respaldo do Departamento de Estado.

sl/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG