Rice pede à América Latina que continue apoiando o livre comércio

A secretária de Estado norte-americana, Condoleezza Rice, pediu nesta quarta-feira à América Latina que mantenha o impulso do livre comércio como instrumento de justiça social, em uma reunião ministerial da qual participou, no Panamá, ao lado de representantes de cerca de 15 países da região.

AFP |

"Neste período de incerteza, de grande preocupação, devemos manter nosso compromisso com os princípios que nos permitem reduzir a pobreza e expandir a justiça social", declarou Rice.

"Os mercados não são perfeitos, mas motores de oportunidade para obter justiça social", enfatizou Rice.

"O livre comércio e os mercados abertos continuam sendo as formas mais seguras de crescimento econômico', acrescentou.

Os ministros das Relações Exteriores e Comércio de Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Panamá, Peru e República Dominicana se reuniram no Panamá para discutir o tema "Caminhos para a Prosperidade".

Nicarágua, Brasil e Uruguai assistiram à reunião como observadores.

"Caminhos para a Prosperidade" foi a última iniciativa para a região programada pelo presidente George W. Bush, em setembro passado.

jz/lm/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG