Rice não vê incompatibilidade entre organização latino-americana e OEA

A secretária americana de Estado, Condoleezza Rice, saudou nesta sexta-feira a iniciativa de cerca de 30 países latino-americanos de promover a criação de um organismo regional próprio, que não considerou incompatível com a Organização dos Estados Americanos (OEA).

AFP |

"Não creio que se tenha que pensar em outro organismo regional como uma ameaça à OEA", disse Rice em entrevista coletiva, ao lado da chanceler mexicana, Patricia Espinosa.

"A OEA segue sendo a organização da qual participam todos os países da região e trabalhamos duro para seu fortalecimento".

A OEA, criada em 1948, tem 35 membros, mas a participação de Cuba está suspensa desde 1962.

"Há um número crescente de organizações regionais que se sobrepõem" no mundo, disse Rice, que citou o Foro de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (APEC).

Além de pedir o fim do embargo imposto pelos EUA a Cuba, os 33 líderes latino-americanos reunidos na Bahia lançaram na quarta-feira passada a idéia de uma organização política estritamente regional, sem a presença de Estados Unidos e Canadá.

jz/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG