Rice estuda criação de consulado dos EUA no Tibete

A secretária de Estado norte-americana, Condoleezza Rice, afirmou nesta quarta-feira que estuda a possibilidade de criação de um consulado norte-americano no Tibete para poder acompanhar de maneira mais direta os acontecimentos nesta região, recente cenário de manifestações reprimidas pela China.

AFP |

"Estudamos a possibilidade de abrir um consulado no Tibete", declarou a chefe da diplomacia norte-americana ao Congresso.

Os Estados Unidos defenderam ativamente a abertura de um diálogo com as forças moderadas no Tibete, como o Dalai Lama, lembrou Rice.

"Solicitamos um acesso consular para nossos diplomatas no Tibete", acrescentou. "Obtivemos um acesso limitado, mas francamente isso não foi suficiente", disse.

Washington havia solicitado aos dirigentes chineses uma autorização para que seus diplomatas possam viajar para o Tibete, mas Pequim convidou apenas um diplomata norte-americano para acompanhar uma delegação oficial chinesa em Lhassa.

sl/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG