Rice e Koumura decidem colaborar sobre Pyongyang e japoneses seqüestrados

Kioto (Japão), 27 jun (EFE).- A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, e o ministro japonês de Exteriores, Masahiko Koumura, decidiram hoje colaborar para verificar a desnuclearização norte-coreana e resolver os seqüestros de cidadãos japoneses pelo regime de Pyongyang.

EFE |

Rice e Koumura mantiveram hoje em Kioto, no centro do Japão, um encontro bilateral ao término da cúpula de ministros de Exteriores do G8 (os sete países mais desenvolvidos e a Rússia), que esteve marcada pela entrega, na quinta-feira, pela Coréia do Norte de uma declaração de seus programas nucleares à China.

Em entrevista coletiva conjunta, os dois políticos destacaram a necessidade de que o Japão e os Estados Unidos mantenham suas boas relações bilaterais.

O Governo japonês defende a resolução dos seqüestros de cidadãos japoneses pelo regime de Pyongyang nas décadas de 70 e 80, para serem professores de idiomas nos programas de espionagem.

No entanto, os Estados Unidos anunciaram na quinta-feira o início do processo para suspender as sanções econômicas à Coréia do Norte e retirá-la da lista de países que patrocinam o terrorismo, sem que tenha sido resolvida a exigência japonesa sobre os seqüestros.

Em dias anteriores, a Coréia do Norte se comprometeu a investigar os seqüestros dos cidadãos japoneses, e o Japão anunciou que levantaria parte de suas sanções econômicas contra o regime comunista.

Hoje, Rice insistiu em várias ocasiões, em Kioto, em que seu país leva a sério o assunto dos seqüestros de cidadãos japoneses.

Rice disse que os seqüestros são um tema "sério" para seu país e que o Governo do presidenete americano, George W. Bush, "tem a determinação de ver este assunto resolvido em breve e de forma positiva". EFE icr/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG