não é séria - Mundo - iG" /

Rice diz que resposta do Irã sobre programa nuclear não é séria

Washington, 7 ago (EFE).- A resposta do Irã à exigência dos Estados Unidos e de outras nações para que suspenda seu programa nuclear não é realmente séria, afirmou a secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, em entrevista divulgada hoje.

EFE |

"O Irã tem uma forma de sair do aperto, se é o que quer", disse Rice na entrevista à revista "Politico", na qual acrescentou que há "a esperança de que haja pessoas razoáveis no Irã que se dêem conta de que essa não é a forma de governar um país".

Em seu primeiro comentário público desde as conversas entre EUA e outros seis países para determinar os próximos passos em torno do regime de Teerã, Rice sustentou que os Estados Unidos "não consideram o Irã como um inimigo permanente".

Segundo a revista, funcionários americanos consideram que a resposta do Irã a uma nova proposta de incentivos para que renuncie ao enriquecimento de urânio "foi insuficiente".

"Os governantes iranianos deveriam ter se dado conta há muito tempo que acabou o tempo", disse Rice à revista.

"Quando alguém tem problemas para que venham os bancos, para conseguir investimento, quando são cortados os créditos para as exportações no mundo todo, quando a inflação é galopante, acaba o tempo", disse.

Estados Unidos, Rússia, China, Reino Unido, França e Alemanha estiveram negociando com Teerã a suspensão do programa nuclear iraniano. O Irã sustenta que seu programa tem fins pacíficos, enquanto os Estados Unidos afirmam que busca a produção de armamento.

"O que acontece com o Irã é que seu isolamento começa a pesar", disse Rice, que explicou que "tem um efeito".

"Acredito que essa é uma das razões pelas quais os vemos dando meias respostas em vez de dizer, simplesmente, não (...). Mas o fato é que não aceitaremos meias respostas", disse.

Washington e seus aliados, segundo Rice, chegaram a um consenso sobre a resposta que darão ao Irã.

"Entraram em acordo em que a resposta do Irã não é adequada, não é realmente uma resposta séria", disse e acrescentou que, "agora, iniciaremos as consultas sobre os passos para uma resolução do Conselho de Segurança" das Nações Unidas.

A Administração do presidente americano, George W. Bush, ainda acredita que "a opção diplomática pode funcionar, e resta tempo para que funcione", segundo Rice. EFE jab/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG