Rice chama a Rússia de criminosa no conflito com Geórgia

Por Susan Cornwell WASHINGTON (Reuters) - Os Estados Unidos acusaram a Rússia, nesta terça-feira, de ter civis como alvo em seu conflito com a Geórgia e disseram que Moscou quer sufocar Tbilisi.

Reuters |

'Está se tornando mais e mais o criminoso neste conflito', disse a secretária de Estado Condolezza Rice sobre a Rússia em uma entrevista ao CBS Evening News.

'Eles pretendiam, e provavelmente ainda pretendem, estrangular a Geórgia e sua economia', disse Rice à CBS em entrevista de Bruxelas, onde ela participa de um encontro na Otan sobre a crise.

Rice disse que a Rússia usou sua força esmagadora para derrotar um vizinho pequeno e ex-república soviética.

'Bom, isso é o que eles têm feito -- cruel destruição da infra-estrutura civil, informes de uso de munições que jamais deveriam ser usadas contra civis, o assédio nas auto-estradas contra viajantes legítimos, o fechamento do Porto de Poti que agora começa a afetar Estados vizinhos', disse a secretária de Estado.

'Não vejo isso como um bom quadro para os objetivos estratégicos da Rússia.'

O conflito entre a Geórgia e a Rússia irrompeu quando a Geórgia tentou retomar o controle da região separatista da Ossétia do Sul, pró-Rússia, em 7 de agosto. A Rússia respondeu com um massivo contra-ataque que subjugou as tropas georgianas.

(Reportagem adicional de Andrew Gray, Randall Mikkelsen, Toby Zakaria e David Lawder)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG