Rice adverte Índia e Paquistão sobre tensões bilaterais

A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, expressou à Índia e ao Paquistão sua preocupação com as tensões crescentes entre essas duas potências nucleares, anunciou o Departamento de Estado nesta segunda-feira.

AFP |

Rice conversou por telefone com o presidente paquistanês, Asif Ali Zardari, e com o ministro indiano das Relações Exteriores, Pranab Mukherjee, para alertá-los sobre o aumento das tensões, depois dos atentados em Mumbai, no mês passado.

"Durante suas conversas, ela constatou que as tensões já eram elevadas e que nenhuma das duas partes deveria agir de forma que essas se tornem ainda maiores", disse um porta-voz do Departamento de Estado, Gordon Duguid.

Rice destacou que o Paquistão "deu passos positivos mas que esses passos devem continuar, e que é necessário que as duas partes cooperem para encontrar os autores dos atentados de Mumbai".

Nova Délhi acusa o grupo islamita Lashkar-e-Taiba, cuja base fica no Paquistão, de ter cometido os ataques de Mumbai, que deixaram 172 mortos em novembro, incluindo os nove terroristas.

Na semana passada, funcionários paquistaneses disseram ter deslocado, novamente, um número "limitado" de tropas das zonas tribais perto do Afeganistão, onde enfrentam militantes talibãs e da rede Al-Qaeda, para a fronteira com a Índia.

pp/tt/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG