Revista publica novas conversas entre Berlusconi e prostituta

Roma, 21 jul (EFE).- A revista italiana LEspresso divulgou nesta terça-feira novas gravações de conversas entre o primeiro-ministro do país, Silvio Berlusconi, e a prostituta Patrizia DAddario.

EFE |

Entre as novas conversas publicadas no site da publicação, está uma na qual o empresário Giampaolo Tarantini conta a D'Addario que o líder italiano não usa preservativo.

A prostituta reagiu e se mostrou contrariada. O empresário, então, respondeu: "Mas... é Berlusconi".

Em outra gravação, segundo "L'Espresso", o primeiro-ministro e D'Addario conversam durante o café da manhã, após uma festa no Palácio Grazioli, residência romana de Berlusconi.

A mulher conta que Berlusconi a fez sentir "muita dor no início", e ele responde: "Ah, não é verdade!".

Na sequência, o primeiro-ministro quis saber o sobrenome da prostituta, e ela lhe entregou um cartão.

Já em outra gravação, Berlusconi fala de seu papel na política internacional e diz que é o "responsável pelo organismo internacional que governará a economia do mundo".

Os arquivos conseguidos pela publicação estão em posse da Promotoria de Bari. O advogado de Berlusconi, Niccolò Ghedini, afirmou na segunda-feira que os documentos são um material "sem nenhum valor", além de "inverossímil e fruto da invenção".

Ghedini disse que as autoridades judiciais deveriam verificar como os documentos de áudio chegaram a jornalistas, algo que considera "ilícito", e anunciou "todas as ações legais" contra qualquer um que recolha o material. EFE fab/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG