Reunião sobre crise no Zimbábue é adiada por uma semana

Johanesburgo, 20 out (EFE).- A reunião de emergência prevista hoje pela Comunidade para o Desenvolvimento da África Meridional (SADC), para tentar destravar as conversas destinadas a formar um Governo de união nacional no Zimbábue, foi adiada para o próximo dia 27 em Harare.

EFE |

A reunião de hoje deveria acontecer em Mbabane. O presidente zimbabuano e líder da governamental União Nacional Africana do Zimbábue-Frente Patriótica (Zanu-PF), Robert Mugabe, e o dirigente da facção minoritária do opositor Movimento para a Mudança Democrática (MDC), Arthur Mutambara, viajaram para lá para informar à SADC sobre o estado das negociações.

No entanto, o presidente do setor majoritário do MDC, Morgan Tsvangirai, indicou que não poderia ir à reunião porque não estava em posse de um visto válido para entrar na África do Sul, país através do qual tinha que passar para chegar à Suazilândia.

O rei Mswati III, da Suazilândia, ofereceu enviar seu avião pessoal a Harare para transportar Tsvangirai diretamente a Mbabane, mas o opositor zimbabuano recusou a oferta e expressou sua indignação por ele, como primeiro-ministro designado do Zimbábue, não ter um novo passaporte, principal razão de seus problemas na viagem. EFE jm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG