Reunião internacional sobre Afeganistão pede reforço da cooperação regional

Os participantes de uma reunião internacional sobre o Afeganistão boicotada por Teerã, que acontece nos arredores de Paris, pediram neste domingo um reforço da cooperação regional, considerando que a estabilidade desse país condiciona a de seus vizinhos.

AFP |

Na reunião, à qual assistiram os países vizinhos do Afeganistão - salvo o Irã - e várias superpotências, acordou-se "que não pode haver segurança, nem paz, em longo prazo na região sem um Afeganistão estável, seguro, próspero e democrático".

Os países representados se comprometeram a "dar seu total apoio ao governo afegão em seus esforços para conseguir esse objetivo" e a agir para "reforçar a segurança regional", principalmente na luta antiterrorista.

O encontro informal, em nível ministerial, aconteceu a portas fechadas no castelo de La Celle-Saint-Cloud, nos arredores de Paris, na presença do ministro francês das Relações Exteriores, Bernard Kouchner, e de seu colega afegão, Rangin Dadfar Spanta.

Participaram do encontro os representantes de Paquistão, Tadjiquistão, Uzbequistão, Turcomenistão, China, Índia, Rússia, Grã-Bretanha, Alemanha, EUA, ONU e União Européia.

O Irã, cuja assistência estava prevista, surpreendeu, ao deixar seu assento vago. Seu ministro das Relações Exteriores, Manuchehr Mottaki, não compareceu, nem permitiu que seu embaixador na França o representasse.

O porta-voz da Chancelaria francesa, Eric Chevallier, minimizou a ausência desse influente ator no Afeganistão, que oficialmente apóia o poder do presidente Karzai, mas é acusado de ingerência em seus assuntos internos.

"Uma vez constatado que o Irã não estava, apesar de ter confirmado que viria, todo o mundo se pôs a trabalhar", declarou.

Outros dez países, entre eles Espanha, Austrália, Holanda, Japão, Arábia Saudita, ou Emirados Árabes Unidos, vão se unir aos participantes, à noite, por ocasião de um jantar de trabalho no Ministério francês das Relações Exteriores.

cr/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG