La Paz, 12 jul (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse hoje que o chefe de Estado venezuelano, Hugo Chávez, pode se unir a ele no próximo fim de semana na reunião que realizará com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em discurso na cidade de El Alto, vizinha de La Paz, Morales relatou que hoje foi procurado pela Venezuela para ser informado da intenção de Chávez de ir também a essa reunião, que acontecerá na cidade de Riberalta, na Amazônia boliviana.

Inicialmente a reunião de Morales e Lula tinha sido anunciada para a sexta-feira (18 de julho), mas hoje o governante boliviano sustentou que será realizada no sábado, dia 19.

Na reunião, Lula assinará um crédito de US$ 230 milhões destinado à construção da estrada Rurrenabaque-Riberalta, na Amazônia boliviana.

Essa rota, de 508 quilômetros, faz parte do denominado Corredor Norte, que unirá a zona tropical de La Paz com os departamentos de Beni e Pando, fronteiriços com o Brasil. EFE rs/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.