Retrospectiva mostra obras inéditas de Man Ray

Uma exposição em Berlim traz obras raras do fotógrafo e artista americano Man Ray - entre elas fotos nunca antes mostradas em público. A retrospectiva mostra desenhos, pinturas, fotos, esboços e esculturas do espólio de Man Ray, um dos expoentes do surrealismo que ficou famoso principalmente como fotógrafo.

BBC Brasil |

Entre as obras inéditas expostas em Berlim estão fotos polaróides e slides dos anos 50 e 60 retratando, entre outros, artistas franceses como Yves Montand e Juliette Gréco.

Man Ray morreu em 1976 e seu legado ficou a cargo de sua esposa, Juliet Browner, que criou uma fundação para conservar seu espólio com cerca de 4 mil objetos.

Mais de 300 obras estão sendo mostradas no museu Martin Gropius Bau, inclusive objetos pessoais do artista como cartas e até seu chapéu e sua bengala.

As obras mais inusitadas são desenhos técnicos feitos pelo artista como a planta de uma casa ou planos para a construção de um jogo de xadrez magnético, que ele chegou a patentear.

A exposição recebeu o título de "Man Ray - Despreocupado mas não indiferente", que é também a inscrição na lápide do túmulo do artista.

A retrospectiva mostra todas as etapas da vida de Man Ray e traz desde pinturas que ele fez ainda jovem, raramente mostradas ao público, até suas famosas fotografias eróticas que causaram polêmica quando mostradas pela primeira vez.

Segundo os organizadores, a mostra se baseia nos quatro períodos criativos do artista: Nova York (1890-1921), Paris (1921-1940), Los Angeles (1940-1951) e seu retorno a Paris (1950-1976).

A mostra "Man Ray - Despreocupado mas não indiferente" fica em cartaz no museu berlinense Martin Gropius Bau até o dia 18 de agosto.

    Leia tudo sobre: arteartes plásticasman ray

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG