Retração da economia dos EUA será menor que o previsto, diz Fed

O Federal Reserve (Fed, o Banco Central dos Estados Unidos) divulgou, nesta quarta-feira, dados que apontam que a retração da economia americana em 2009 pode ser menor do que o previsto anteriormente, graças a uma possível recuperação no segundo semestre. De acordo com projeções divulgadas na ata da última reunião do FOMC (Federal Open Market Committee, equivalente ao Comitê de Política Monetária do Brasil), a economia americana deve sofrer uma contração entre 1% e 1,5% neste ano.

BBC Brasil |

As projeções anteriores, divulgadas no último mês de maio, apontavam que a retração seria entre 1,3% e 2%.

O Fed também revisou suas estimativas de crescimento da economia para o ano que vem.

Segundo o banco central dos EUA, a economia americana deve apresentar um crescimento entre 2,1% e 3,3% em 2010 â¿ uma previsão ligeiramente melhor que a anterior, que era entre 2% e 3%.

"Aparentemente, a atividade econômica está se estabilizando, e a melhora considerável nos mercados financeiros nos últimos meses provavelmente ajudará a dar apoio à demanda", diz o documento.

Desemprego
Segundo o Fed, no entanto, a recuperação da economia dos EUA deve ser lenta, e os níveis de desemprego devem permanecer altos até 2011.

As projeções da ata da reunião do FOMC apontam que a taxa de desemprego dos EUA deve ficar acima dos 10% em 2009, mais alta do que as previsões anteriores.

O documento aponta que o desemprego nos EUA pode chegar a 10,1%, enquanto as estimativas anteriores apontavam que ela ficaria em 9,6%.

No último mês de junho, a taxa de desemprego nos Estados Unidos chegou a 9,5% - a mais alta em 26 anos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG