A retirada completa das tropas enviadas à região georgiana separatista pró-russa da Ossétia do Sul, para reforçar as forças de manutenção da paz, será concluída em dez dias, declarou nesta quinta-feira o comandante das forças russas na zona de conflito, citado pela agência Interfax.

"Serão necessários 10 dias para deixar as posições que ocupam, em colunas, e seguir em ordem em direção à Rússia, através da Ossétia do Sul", disse o comandante-em-chefe do exército russo, Vladimir Boldyrev.

Sua declaração contradiz, ao que parece, a promessa do presidente russo Dimitri Medvedev, de que todas as forças do país voltariam o mais tardar na noite de sexta-feira às posições anteriores ao conflito que explodiu com a Geórgia entre 7 e 8 de agosto.

Opinião:

Leia mais sobre: Geórgia  - Rússia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.