O presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, admitiu nesta sexta-feira que o resultado do primeiro turno das eleições presidenciais de março, em que concorreu à reeleição, foi desastroso.

"Apesar das eleições presidenciais não terem apontado um vencedor claro, como resultado, de todas as formas, foi desastroso", disse ao comitê central de seu partido, ZANU-PF.

"No entanto, já fixamos um segundo turno, que decidirá o ganhador", acrescentou, antes de admitir que sua candidatura no primeiro turno de 29 de março foi apresentada "completamente sem preparação nem organização".

Mugabe também acusou os opositores de aterrorizar os habitantes das áreas rurais e os militantes de seu partido. Ele advertiu que a oposição "jogam um jogo perigoso".

O líder da oposição, Morgan Tsvangirai, reivindicou a vitória na eleição de março, mas não conseguiu a maioria necessária para ser declarado o vencedor oficial.

O segundo turno das eleiçõs presidenciais acontecerá em 27 de junho.

gm/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.