Dacar, 11 jun (EFE).- Os restos mortais do presidente do Gabão, Omar Bongo, chegaram hoje a Libreville, capital do país, procedentes de Barcelona, onde o governante morreu na segunda-feira passada, em uma clínica, por causa de um câncer.

O avião da Força Aérea Espanhola, que transportou os restos mortais, aterrissou no aeroporto internacional de Libreville por volta das 16h15 hora local (12h15 no horário de Brasília) e foi recebido na pista pela presidente interina do Gabão, Rose Francine Rogombe.

Junto a Rogombe, estavam autoridades civis e militares do Gabão e os membros da família Bongo, incluindo o ministro da Defesa do país, Ali Bongo, filho de Omar Bongo.

Oito oficiais das Forças Armadas gabonesas desceram com o caixão do avião, que foi colocado em um altar na pista, coberto com a bandeira azul, amarela e verde do Gabão.

Após receber honras militares, o corpo foi transportado para o Palácio Presidencial, onde será velado até a próxima terça-feira, quando será realizado o funeral oficial.

Milhares de pessoas foram receber os restos mortais do presidente no aeroporto. As autoridades gabonesas decretaram luto oficial de 30 dias. EFE st/pd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.