Responsável por Neverland pede compreensão a vizinhos

Los Angeles (EUA), 30 jun (EFE).- A empresa Colony Capital, que assumiu a hipoteca do rancho Neverland, de Michael Jackson, pediu compreensão hoje aos moradores de Santa Bárbara perante a previsível invasão de fãs para o funeral do artista, que deve acontecer na sexta-feira.

EFE |

Em uma carta enviada à imprensa, Thomas J. Barrack Jr., dono da companhia de investimentos, pediu compreensão aos habitantes desse condado do sul da Califórnia, onde a família de Michael pretende realizar uma cerimônia pública para dar o último adeus ao cantor.

O anúncio fez com que se esgotassem em questão de horas os alojamentos das cidades próximas ao rancho, e pôs em alerta as autoridades que temem a multidão.

Barrack qualificou Neverland como "o único lar verdadeiro de Michael", que após sua morte se tornou um "santuário temporário onde os seguidores e os parentes ainda podem sentir a presença de sua alma amável".

"Temos que estar preparados para o fato de os visitantes e os seguidores virem com ou sem permissão ou convite", explicou, ao assegurar que estão sendo tomadas medidas para coordenar um plano entre família e autoridades, forças de segurança e emergência e vizinhos para preservar e proteger os interesses dos residentes.

Barrack, quem minimizou a importância do fato de que as últimas "interações" de Michael Jackson com Santa Bárbara não terem sido "positivas", em referência ao julgamento por abuso de menores em 2005, assinalou que os locais deveriam adotar "uma atitude hospitaleira, cálida e tolerante".

As autoridades do condado mostraram sua boa disponibilidade para colaborar com a família e os proprietários do rancho "para fazer" o máximo possível.

Barrack não deu detalhes de se realmente Michael Jackson será enterrado no rancho.

Neverland é uma propriedade de 1.300 hectares que Michael decidiu chamar assim em referência ao nome da famosa ilha "Terra do Nunca", de Peter Pan, onde as crianças nunca cresciam.

A propriedade, que esteve a ponto de ser leiloada em 2008 pela inadimplência de seu dono, conta com um prédio principal de estilo europeu e uma casa de hóspedes, um pequeno parque de atrações, um zoológico e estátuas de personagens de "Peter Pan".

A companhia de investimentos Colony Capital, onde trabalha o ex-representante e amigo de Michael Jackson, o senegalês Tohme Tohme, entrou em cena e assumiu a hipoteca pendente de Neverland, estimada em US$ 24,5 milhões. EFE fmx/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG