caso Maggie não agüenta pressão e renuncia - Mundo - iG" /

Responsável por caso Maggie não agüenta pressão e renuncia

O diretor da Polícia Judiciária (PJ) portuguesa, Alipio Ribeiro, que vinha sendo criticado nestes últimos meses por sua gestão do caso Maddie, anunciou sua demissão nesta terça-feira, alegando estar cansado da midiatização de sua função.

AFP |

"O Ministério da Justiça aceitou o pedido de demissão que lhe foi enviado pelo diretor nacional da Polícia Judiciária", de acordo com a nota divulgada, segundo a qual Ribeiro será substituído por José Maria de Almeida Rodrigues, um alto responsável da PJ.

Ao comentar seu encontro hoje com o ministro da Justiça, Alberto Costa, Ribeiro explicou à Rádio Renascença "estar cansado da midiatização de sua função" e de ser criticado "tanto por suas declarações quanto por suas não declarações".

No cargo desde 2006, este ex-juiz do Ministério Público teve de lidar com o desaparecimento, em 2007, da pequena britânica Madeleine McCann, no sul de Portugal.

No caso, acompanhado exaustivamente pelos jornais do mundo todo, o trabalho dos investigadores da PJ foi, várias vezes, questionado pela família McCann e pela imprensa britânica.

Desde fevereiro, o chefe da PJ vinha sendo contestado também em Portugal, sobretudo na polícia, após declarar que seus homens foram "um pouco precipitados" ao suspeitar dos pais de Maddie.

Ontem, Ribeiro deflagrou uma nova polêmica, ao declarar aos jornalistas que a PJ deveria se subordinar ao Ministério do Interior, e não ao da Justiça. A Associação sindical dos funcionários de investigação criminal reagiu imediatamente, pedindo sua cabeça.

tsc/tt//sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG