Responsáveis por violência no Líbano devem responder por seus atos (EUA)

Os Estados Unidos anunciaram nesta sexta-feira que estão consultando os vizinhos do Líbano e o Conselho de segurança da ONU para que o Hezbollah e os responsáveis pelas recentes violências prestem conta dos seus atos.

AFP |

"As relações do Hezbollah com o Irã e a Síria, assim como o seu passado de atividades terroristas internacionais, de apoio mortífero e treino dos grupos extremistas baseados no Iraque demonstram a ameaça que esse grupo representa para a paz e a segurança internacional", disse o porta-voz da Casa Branca, Gordon Johndroe.

"Os Estados Unidos consultam atualmente outros governos da região assim como o Conselho de segurança da ONU para que sejam tomadas medidas que façam com que os responsáveis pelos distúrbios em Beirute prestem contaa", disse Johndroe em um comunicado publicado em Crawford (Texas, sul) onde o presidente George W. Bush passa o fim de semana para o casamento de uma das suas filhas no sábado, em seu rancho.

Johndroe não informou quais medidas os Estados Unidos pretendem tomar, mas cita explicitamente resoluções passadas do Conselho de Segurança que assinala que o Hezbollah está "minando" a soberania do país.

lal/fb/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG