Resolução de conflito sobre nome da Macedônia levará mais tempo, diz ONU

Atenas, 22 ago (EFE).- O mediador da ONU para o conflito relativo ao nome a ser adotado pela Macedônia, Matthew Nimitz, declarou hoje, em Salônica, que ambas as partes envolvidas na disputa precisam de mais tempo antes de apresentar uma nova proposta para solucionar a questão.

EFE |

Nimitz se reuniu hoje com o negociador grego Adamantios Vasilakis, para indagar sobre a vontade de Atenas e de Skopje para solucionar a disputa sobre a denominação dessa ex-república iugoslava.

O mediador disse que, à margem da próxima Assembléia Geral da ONU, em Nova York, em setembro, se negociará intensivamente o assunto.

A Grécia se opõe à possibilidade de seu vizinho utilizar o nome "Macedônia", por temor de que gere reivindicações territoriais contra si. A ministra de Exteriores grega, Dora Bakoyani, reiterou hoje que "a Grécia busca um nome com definição geográfica que seria utilizado em todas as partes".

Nimitz disse confiar que será encontrada uma solução quando ambas as partes tenham confiança e estejam satisfeitas com a solução sugerida.

Ambos os países negociam desde 1992 um nome para a Macedônia, provisoriamente chamada de Antiga República Iugoslava da Macedônia na ONU, embora mais de 100 países já tenham reconhecido seu nome constitucional como República da Macedônia.

Em abril, a Grécia vetou o convite da Macedônia à Otan, pela pendência no assunto do nome. EFE afb/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG