Resolução da ONU para Saara Ocidental consagra plano de Rabat, diz ministro

Rabat, 1 mai (EFE).- O Governo do Marrocos considerou hoje que a resolução do Conselho de Segurança (CS) das Nações Unidas sobre o Saara Ocidental, aprovada ontem, consagra a prerrogativa do plano de Rabat para o futuro desse território.

EFE |

Segundo o ministro de Assuntos Exteriores marroquino, Taib Fassi Fihri, Rabat interpreta que o CS "decidiu consolidar as conquistas marroquinas e reforçá-las".

O ministro disse que com essa resolução o órgão da ONU "consagra a prerrogativa da proposta marroquina de autonomia no âmbito do respeito da soberania territorial e da unidade nacional do Marrocos".

Além disso, Fihri afirmou que a resolução - aprovada por unanimidade e na qual o CS estima que o processo de negociação sobre o futuro do Saara Ocidental tenha de ser realizado apenas sob a "visão realista" da Frente Polisário e do Marrocos - reconhece os esforços "sérios e críveis" de Rabat para solucionar o problema.

A Frente Polisário é um movimento político-revolucionário que tem como grande objetivo a separação do Saara Ocidental do Marrocos. O Saara Ocidental é uma antiga colônia espanhola que Rabat anexou em 1975 mas que não controla em sua totalidade. EFE jam/cd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG