TRÍPOLI, Líbano (Reuters) - Embarcações da força de paz da ONU e botes de resgate da Marinha libanesa realizaram buscas nesta sexta-feira por mais sobreviventes do navio de carga que naufragou no Mar Mediterrâneo próximo à costa do Líbano com mais de 80 pessoas e animais a bordo. O Exército libanês informou que 38 pessoas haviam sido resgatadas e quatro corpos encontrados desde que a embarcação Danny FII, do Panamá, afundou durante uma tempestade na quinta-feira.

Segundo comunicado, três embarcações da força de paz da ONU -- dois alemães e um italiano --, botes do Exército libanês e helicópteros do Exército britânico da base no Chipre estavam envolvidos na missão de resgate.

Ondas altas e ventos fortes estavam dificultando a busca na região onde o navio afundou a 17 quilômetros do porto de Trípoli, ao norte do Líbano.

A maioria dos sobreviventes foi levada para a costa e transportada para hospitais em Trípoli.

O navio estava carregando 43 mil ovelhas do Uruguai para Tartous, na Síria, e a tripulação era na maioria de filipinos e paquistaneses, informaram as autoridades.

A Força Interina das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL) tem como tarefa monitorar os águas libanesas para impedir a chegada de armas ao país para a força guerrilheira do Hezbollah, que esteve em guerra com Israel em 2006.

(Reportagem de Nadim Ladki)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.