Tamanho do texto

Kiev, 14 jun (EFE).- As equipes de salvamento recolheram hoje os últimos corpos dos 13 mineradores que morreram segunda-feira no desabamento de um túnel na mina de carvão de Skochinski, na bacia de Donetsk (Ucrânia).

Os corpos dos dois mineradores que continuavam desaparecidos foram localizados ontem. Mas os grupos de salvamento demoraram um dia inteiro para resgatá-los e puxá-los para a superfície, informou o Ministério de Situações de Emergência.

O desabamento na mina aconteceu na madrugada de segunda-feira, após uma série de explosões realizadas a mais de mil metros de profundidade. Na hora, mais de 50 pessoas trabalhavam no local, das quais 38 ficaram feridas e tiveram que ser hospitalizadas.

As minas ucranianas, especialmente as da região de Donetsk, estão entre as mais perigosas do mundo, pois, a cada ano, registram dezenas de acidentes.

Nessa mesma região, no fim de 2007, 105 trabalhadores morreram e dezenas ficaram feridas em três acidentes registrados em apenas duas semanas na mina de carvão Zasiadko. EFE bk/sc