PEQUIM (Reuters) - Três mineiros chineses foram resgatados vivos depois de ficarem 25 dias presos debaixo da terra, enquanto outros 12 permanecem desaparecidos, informou no domingo a mídia estatal do país asiático. A mina de carvão Xinqiao, no sudoeste da China, sofreu uma inundação em 17 junho, quando pelo menos um mineiro morreu.

Os três homens, de aproximadamente 30 anos, estavam em condições estáveis e conseguiam se comunicar com as equipes de resgate, mas só um conseguia caminhar.

Segundo a imprensa estatal, a mina tem licença para produzir 150.000 toneladas de carvão por ano, mas violava as normas de segurança do país.

A indústria de carvão da China é a mais perigosa do mundo. Cerca de 3.000 pessoas morreram nessa atividade na China em 2008.

(Reportagem de Lucy Hornby)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.