Resgatado americano que remava da África para Nova York

Madri, 17 abr (EFE).- Um pesqueiro espanhol resgatou em alto-mar o americano Victor Mooney, de 43 anos, que tentava remar em uma pequena embarcação do Senegal até Nova York por uma causa beneficente.

EFE |

A empresa Calvo, de pesca de atum, proprietária do navio Monte Carlo, que o resgatou, informou hoje à Agência Efe que Mooney foi recolhido na quarta-feira, em frente à costa africana do Atlântico quando estava a cinco dias à deriva no oceano, a bordo de uma pequena embarcação na qual viajava só.

Mooney tentava pela segunda vez atravessar o Atlântico no marco do projeto Goree Challenge II, para chamar a atenção sobre a Aids e o aquecimento global, segundo o site (www.goreechallenge.com) em que divulgava seu périplo no barco equipado com internet.

Segundo o site, Mooney iniciou a travessia na ilha de Gorée, em frente à capital senegalesa Dacar, e pretendia chegar a Nova York após uma viagem de cinco meses em um moderno bote de remos Composite, "The Spirit of Zayed" (O Espírito de Zayed), construído a mão e com tecnologia para transmitir imagens da viagem na Internet.

Victor Mooney se encontrava em perfeito estado, mas acumulava cinco dias sem beber porque o filtro havia estragado, chegará na noite de hoje a Dacar a bordo do Monte Carlo.

No último dia 15, quando navegava a 360 milhas da Guiné-Bissau, o pesqueiro espanhol recebeu uma mensagem de socorro da embarcação, que se encontrava a 80 milhas de sua posição.

No dia seguinte, antes do meio-dia, o Monte Carlo chegou até a embarcação de Mooney e o resgatou, depois que um avião de reconhecimento das Forças Armadas francesas o localizou. EFE sga/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG