Republicanos se preparam para debates decisivos

Pré-candidatos à presidência dos EUA têm dois encontros antes da primária no Estado de New Hampshire, marcada para terça-feira

iG São Paulo |

Os pré-candidatos republicanos à presidência dos Estados Unidos se preparam para dois debates decisivos neste fim de semana, numa tentativa de conquistar eleitores dias antes da primária do Estado de New Hampshire, marcada para terça-feira.

Saiba mais: Veja o especial do iG sobre as eleições nos Estados Unidos

AP
Mitt Romney, ex-governador de Massachussetts, é favorito nas pesquisas de intenção de voto em New Hampshire

Os seis participantes da disputa vão debater duas vezes num período de 12 horas, primeiro às 21h deste sábado (0h de Brasília) e, depois, às 9h de domingo (12h de Brasília).

"Os debates são a oportunidade que eles têm para serem vistos por dezenas de milhares de eleitores", disse o ex-presidente do Partido Republicano Fergus Cullen.

É possível que os candidatos se voltem contra Mitt Romney, vencedor do caucus de Iowa, a votação que abriu o calendário eleitoral nesta semana.

Romney também lidera as pesquisas em New Hampshire, mas pediu apoio dos partidários para vencer por uma ampla margem de votos (em Iowa, apenas oito o distanciaram do segundo colocado, Rick Santorum).

Santoru, ex-senador pela Pensilvânia, está no centro do palco nos debates desse fim de semana.

O pré-candidato, que se queixava de não receber muitas perguntas durante os debates, poderá ter de enfrentar questões sobre sua trajetória no Senado e posições sobre os direitos homossexuais.

Os debates deste fim de semana também podem dar novo fôlego a Newt Gingrich, que ficou para trás após propagandas negativas e ataques nas semanas que se seguiram à sua liderança nas pesquisas.

A votação em Iowa marcou o início de uma maratona de caucus (em que os candidatos são escolhidos em assembleias) e primárias (em que os eleitores votam por meio de cédulas) que irão culminar, em agosto, com o anúncio oficial do candidato republicano que vai concorrer contra o democrata Barack Obama – em busca de um segundo mandato – na eleição presidencial de 6 de novembro.

Com Reuters

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG