Republicanos hispânicos da Flórida asseguram postos no Congresso

Miami, 5 nov (EFE).- Os congressistas cubano-americanos Lincoln e Mario Díaz-Balart e Ileana Ros-Lehtinen venceram seus adversários democratas na batalha pelas três cadeiras do sul da Flórida para o Congresso dos Estados Unidos.

EFE |

Lincoln Díaz-Balart manteve sua cadeira como representante na Câmara dos Representantes com 58% dos votos, contra 42% do democrata Raúl Martínez, ex-prefeito de Hialeah.

Díaz-Balart e Martínez protagonizaram uma das campanhas mais polêmicas dessas eleições, marcada pela troca de insultos e desqualificação e acusações mútuas de corrupção.

Pela primeira vez nas eleições ao Congresso no sul da Flórida, os aspirantes democratas (também hispânicos) se apresentaram à disputa com possibilidades reais de vencer, segundo as pesquisas Mais apertada foi a disputa entre Mario Díaz-Balart e o democrata Joe García, ex-diretor da influente Fundação Nacional Cubano-Americana (FNCA), que finalmente apoiou o republicano.

Mario, irmão menor de Lincoln e titular do distrito 25 do sul da Flórida, venceu García por uma estreita margem de dois pontos percentuais (51% a 49%).

Dos três republicanos, Ros-Lehtinen, de 56 anos, que partia como clara favorita e todas as pesquisas lhe davam uma ampla vantagem sobre sua adversária, foi a que mais se aproximou das previsões.

A vitória de Ros-Lehetinen foi, da mesma forma que a de Lincoln, arrasadora, com uma vantagem de 16 pontos percentuais. EFE emi/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG