Republicanos conseguem vitória histórica em reduto democrata de NY

Distrito que inclui partes do Brooklyn e do Queens não elegia candidato do Partido Republicano desde a década de 1920

iG São Paulo |

O Partido Republicano conseguiu uma surpreendente vitória na terça-feira numa eleição suplementar em um reduto democrata da cidade de Nova York. A votação foi realizada para preencher a vaga aberta após a renúncia do deputado Anthony Weiner , envolvido em um escândalo sexual.

Bob Turner, ex-executivo de mídia que havia qualificado a eleição como um repúdio ao presidente Barack Obama, derrotou o deputado estadual democrata David Weprin. Turner teve 53% dos votos contra 47% de seu adversário, segundo dados divulgados por uma TV local.

AP
Bob Turner celebra vitória ao lado da mulher, Peggy, em Nova York

"Fomos chamados pelo povo deste distrito para mandar um recado a Washington, e espero que ouçam alto e claro", disse Turner a simpatizantes. "Estamos prontos para dizer: 'Sr. presidente, estamos no caminho errado'."

O distrito, que inclui partes do Brooklyn e do Queens, elegia democratas repetidamente desde a década de 1920. O eleitorado democrata no local supera o republicano na razão de três para um.

O triunfo de Turner e a vitória republicana em outra eleição suplementar para a Câmara, no Estado de Nevada, elevaram a maioria oposicionista sobre a bancada governista. Agora, são 242 republicanos e 192 democratas.

Turner, que entrou para a política por se dizer "farto" do excesso de gastos em Washington, defende cortes profundos no orçamento. Weprin tentou associá-lo ao Tea Party, movimento conservador que defende menos impostos e menor presença do Estado, e é impopular junto a muitos nova-iorquinos liberais.

Em aparição diante de seus simpatizantes, Weprin se recusou a admitir a derrota. "Ainda não acabou", disse. Steve Israel, presidente do Comitê da Campanha Parlamentar Democrata, divulgou nota minimizando a importância da vitória de Turner.

"Os resultados (...) não refletem o que irá acontecer em novembro de 2012, quando os desafiantes democratas concorrerem contra os atuais parlamentares republicanos que votaram para acabar com o (programa de saúde pública) Medicare e reduzir a Seguridade Social, mas ao mesmo tempo protegendo lacunas tributárias para as grandes corporações e os ultrarricos."

Weprin arrecadou US$ 500 mil na sua campanha, contra US$ 200 mil de Turner. Ele concorreu sem sucesso em 2009 à vaga de tesoureiro municipal, antes de ocupar na Assembleia Legislativa uma vaga deixada por seu irmão.

Nos últimos dias, grandes nomes democratas tentaram animar a campanha do candidato. O ex-presidente Bill Clinton gravou mensagens disparadas por telefone, e o senador Charles Schumer acompanhou Weprin em eventos.

Na outra eleição da terça-feira, o republicano Mark Amodei foi eleito num distrito com características rurais de Nevada, o qual nunca enviou um democrata para o Congresso.

Com Reuters

    Leia tudo sobre: euarepublicanosdemocrataseleições 2012obamany

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG