Republicanos acreditam que história de Palin conquistará latinos

Washington, 29 ago (EFE).- A campanha de John McCain apostou que o perfil de mulher abnegada e de fé da governadora do Alasca, Sarah Palin, escolhida hoje como candidata republicana à Vice-Presidência, atrairá os eleitores latinos, segundo uma porta-voz.

EFE |

"Os latinos vão encontrar nela alguém com quem se identificar", disse Ana Navarro, co-diretora da Junta de Assessores Hispânicos da campanha de McCain.

"É uma mãe de família com grande fé", acrescentou. Navarro citou especialmente sua decisão de ter seu filho Trig, em abril, com pleno conhecimento de que ele sofria da síndrome de Down. Palin se opõe ao aborto.

Navarro reconheceu que Palin é pouco conhecida fora do Alasca, mas disse que, com o tempo, sua trajetória e história pessoal cativarão os eleitores.

A porta-voz da campanha de McCain disse que as mulheres latinas gostarão de ver como Palin, eleita governadora do Alasca há dois anos, foi capaz de combinar seu trabalho com a vida familiar.

A escolha de Palin foi uma surpresa, pois ela deixou para trás políticos com muito mais peso, especialmente Mitt Romney, ex-governador de Massachusetts, Tim Pawlenty, um evangélico que é governador do Minnesota, e Joseph Lieberman, senador independente de Connecticut.

Palin tem 44 anos e cinco filhos, sendo que o mais velho deles, Track, está no Exército e viajará em setembro para o Iraque. EFE cma/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG