WASHINGTON (Reuters) - O governador da Califórnia, o republicano Arnold Schwarzenegger, defendeu o plano de estímulo econômico do presidente democrata Barack Obama no domingo, afirmando que 150 mil empregos foram criados em seu estado devido às medidas. Num encontro de conservadores que aconteceu em Washington esta semana, o ex-candidato à presidência norte-americana Mitt Romney disse que o plano de estímulo de 787 bilhões de dólares de Obama não havia criado novos postos de trabalho.

Schwarzenegger disse a um programa de televisão da rede ABC que muitos republicanos estavam criticando o plano ao mesmo tempo que procuravam arrebanhar fundos para seus próprios distritos.

"Você tem um monte de republicanos criticando o dinheiro do estímulo e dizendo que ele não cria empregos", disse o governador.

"E aí eles vão e posam para fotos com o grande cheque que recebem e dizem 'isso não é ótimo?'".

A administração Obama disse que o plano ajudou a salvar 2 milhões de empregos. Economistas independentes concordam amplamente que ele ajudou ao país a evitar uma contração econômica ainda maior.

Schwarzenegger disse que o plano criou empregos nas áreas de educação e infra-estrutura em seu estado.

"Isso é jogo político", disse o governador sobre as acusações do republicanos, de que empregos não haviam sido criados. Ambos partidos disputarão eleições legislativas em novembro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.