Praga, 1 jan (EFE).- O primeiro-ministro da República Tcheca, Mirek Topolanek, confirmou hoje que seu país, após ter assumido a Presidência rotativa da União Européia (EU), organizará e liderará uma missão de paz no Oriente Médio.

Trata-se de uma iniciativa que "depende da União Européia", declarou Topolanek à emissora estatal "CT1".

Acrescentou que a missão será formada pelo alto representante para a Política Externa e de Segurança Comum da UE, Javier Solana, pela comissária de Relações Exteriores da UE, Benita Ferrero-Waldner, pelo ministro de Assuntos Exteriores tcheco, Karel Schwarzenberg, e pelos chefes das diplomacias francesa e sueca.

Os tchecos organizam esta missão sem a ajuda dos Estados Unidos, pois ainda não se efetivou a mudança do ocupante da Presidência americana.

"Tentaremos reduzir o conflito e obter uma trégua. É desagradável que não possamos contar com a Administração americana", declarou.

EFE gm/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.