República Dominicana confirma 8 mortes por gripe e analisa outros 9 casos

Santo Domingo, 25 ago (EFE).- O número de vítimas fatais na República Dominicana em decorrência da gripe A aumentou para oito, confirmaram hoje as autoridades de Saúde do país, que estão analisando a morte de outras nove pessoas, para determinar se tem relação com a doença.

EFE |

O subsecretário de Saúde Coletiva, Nelson Rodríguez, disse à agência Efe que as três últimas vítimas da gripe no país, cuja identidade não foi revelada, morreram há vários dias, mas que seus exames estavam em processo de confirmação.

No entanto, advertiu que o número de mortes poderia aumentar na próxima semana, já que as autoridades sanitárias investigam o óbito de nove pessoas, a maioria mulheres, para determinar se estão relacionadas com a doença.

Rodríguez situou em 2.020 o número de casos da gripe analisados no país, dos quais 230 deram resultado positivo.

O ministro da Saúde local, Bautista Rojas Gómez, assegurou ontem que sua nação está "preparada" para enfrentar "com sucesso" uma eventual segunda onda da doença, advertida na semana passada pela diretora geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan.

Chan afirmou que o pior da pandemia do vírus A(H1N1) pode estar ainda por chegar e disse que a comunidade internacional deve estar preparada para enfrentá-lo.

Rojas Gómez afirmou que seu Ministério dará prioridade aos setores vulneráveis como as grávidas, as crianças, os idosos e as pessoas que sofrem de doenças crônicas, com o objetivo de reduzir a taxa de mortalidade da pandemia. EFE mf/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG