pela 1ª vez aos 111 anos - Mundo - iG" /

Réptil da Nova Zelândia é pai pela 1ª vez aos 111 anos

Um réptil da Nova Zelândia terá o que pode ser sua primeira ninhada aos 111 anos de idade. Segundo os tratadores, Henry, um tuatara - tipo de réptil encontrada apenas da Nova Zelândia -, nunca tinha demonstrado interesse pelas fêmeas de sua espécie durante os quase 40 anos de cativeiro.

BBC Brasil |

Mas sua parceira Mildred, que tem cerca de 80 anos, pôs 12 ovos em julho, 11 deles foram fecundados e os filhotes podem nascer em seis meses. Os 11 ovos estão sendo mantidos em uma incubadora.

"O fato de eles (Henry e Mildred) terem ido tão longe é um sinal positivo", disse Lindsay Hazley, curador do Museu Southland, da cidade de Invercargill, onde os répteis vivem.

"A cada semana que passa, tenho mais confiança de que os ovos vão vingar", acrescentou.

Novo vigor
Segundo funcionários do museu, o novo vigor do réptil se deve à retirada de um tumor que crescia em seus órgãos reprodutivos.

O curador do museu agora espera que Henry procrie a cada temporada de reprodução dos répteis.

Henry atualmente está em companhia de três fêmeas - Mildred, Lucy e Juliet - e a próxima temporada reprodutiva da espécie deve ocorrer dentro de oito meses.

"Com estes caras as preliminares podem durar anos. Temos que ter paciência", disse Lindsay Hazley.

Um outro tuatara que vive no museu - o jovem Charles, de 22 anos - fecundou uma fêmea que pôs dez ovos ao mesmo tempo em que Henry.

Há apenas duas espécies de tuataras, Sphenodon punctatus e Sphenodon guntheri. Esses animais são considerados fósseis vivos por serem tão antigos quanto os dinossauros e serem os últimos remanescentes de seu gênero.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG