Representantes de Brasil e Colômbia pesquisam causas de incêndios florestais

Bogotá, 6 mai (EFE).- Representantes do Brasil e da Colômbia iniciaram hoje em Bogotá uma investigação para estabelecer as causas dos incêndios florestais e aprender a controlá-los da forma devida, informaram fontes diplomáticas.

EFE |

O encontro, na sede do Ministério das Relações Exteriores da Colômbia, faz parte do projeto "Troca de experiências e conhecimentos sobre gestão dos incêndios florestais", aprovado na 4ª Reunião do Grupo de Trabalho Técnico e Científico Colômbia-Brasil, realizada em setembro de 2006, afirmam as fontes.

Participam da reunião o embaixador do Brasil na Colômbia, Valdemar Carneiro Leão, o diretor de Cooperação Internacional da Chancelaria colombiana, Enrique Maruri, e a diretora de Cooperação Internacional de Ação Social, Sandra Alzate.

Também participam Ana María Hernández, chefe do escritório de Assuntos Internacionais do Ministério do Meio Ambiente, Habitação e Desenvolvimento Territorial colombiana, e Fabiola Siqueira de Lacerda, coordenadora do Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Prevfogo-Ibama).

Após a abertura do encontro, os participantes viajarão para a Escola de Formação da Defesa Civil Colombiana, no município de Funza, no departamento de Cundinamarca (centro), "no qual as atividades serão desenvolvidas", afirmam as fontes. EFE rrm/wr/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG