Representante da UE critica Governo sudanês por ter expulsado ONGs

Bruxelas, 5 mar (EFE).- O alto representante de Política Externa e Segurança Comum da União Europeia (UE), Javier Solana, criticou hoje o Governo sudanês por ter expulsado cerca de dez organizações humanitárias do país.

EFE |

"Rejeitamos ao máximo a decisão, já que as ONG estão ali para fornecer ajuda humanitária vital aos mais frágeis", afirmou Solana através de sua porta-voz, Cristina Gallach.

A expulsão, decretada na quarta-feira pelo Governo sudanês, é uma medida de resposta à ordem de detenção emitida pelo Tribunal Penal Internacional (TPI), com sede em Haia, contra o presidente do Sudão, Omar al-Bashir.

A Promotoria do TPI acusa Bashir de crimes de guerra e de lesa-humanidade supostamente cometidos em Darfur, no oeste do Sudão, mas rejeitou a acusação de genocídio. EFE jms/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG