foge de cativeiro do Talebã - Mundo - iG" /

Repórter dos EUA foge de cativeiro do Talebã

O jornalista americano David Rohde conseguiu fugir de um cativeiro do grupo militante Talebã, que o mantinha preso desde novembro, de acordo com o jornal The New York Times. Para escapar, o repórter do NYT e um colega afegão que fora sequestrado com ele teriam escalado o muro que cercava o prédio, na região do Waziristão, no norte do Paquistão.

BBC Brasil |

Em seguida, eles teriam sido resgatados por um batedor do Exército paquistanês.

O porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, afirmou que "os Estados Unidos estão muito satisfeitos" com a fuga de Rohde.

Gibbs disse ainda que a fuga "marca o fim de uma longa e difícil provação".

Entrevista com Talebã
Rohde e Tahi Ludin tinham sido capturados por militantes quando deixaram a capital do Afeganistão, Kabul, para uma entrevista com um comandante do Talebã, no dia 10 de novembro.

O motorista do carro em que viajavam, um afegão, ainda estaria sob poder dos militantes, segundo informações de Rohde.

A mulher do jornalista, Kristen Mulvihill, afirmou estar aliviada e agradeceu ao jornal e ao governo americano pela ajuda.

"Agora, só torcemos para termos a oportunidade de voltarmos a ficar juntos em paz", disse ao Times.

"Estamos casados há nove meses, dos quais sete David passou em cativeiro."

Rohde integra a equipe do NYT que ganhou o prestigioso prêmio Pulitzer de jornalismo neste ano e estava no Afeganistão apurando informações para um livro.

O diário americano não reportou o sequestro, por temer que a publicidade em torno do caso pudesse ameaçar a vida do jornalista.

Leia mais sobre Afeganistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG