Santiago do Chile, 7 mar (EFE).- Dois novos tremores de magnitude superior a 5 graus na escala Richter foram registrados neste domingo nas regiões central e sul do Chile, devastadas no último dia 27 por um terremoto de 8,8 graus e um tsunami.

Segundo as autoridades, nenhum dos tremores causou vítimas ou danos materiais.

Segundo o Instituto Sismológico da Universidade do Chile, às 15h35 locais (mesmo horário de Brasília), um tremor de 5,5 graus registrado a apenas 7,9 de profundidade sacudiu a região central do país. Seu epicentro foi localizado no litoral, a 25 quilômetros ao sul do balneário de Pichilemu e a 160 ao sudoeste de Santiago, na região de O'Higgins.

Antes, às 13h locais, outro tremor, de 5,8 graus na escala Richter, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), atingiu a região de Bío-Bío. Seu epicentro foi localizado em terra firme, a cerca de 90 quilômetros ao sudoeste da cidade de Los Ángeles e a 660 de Santiago.

Segundo o USGS, outros dois tremores foram detectados no intervalo entre os dois já citados. O primeiro, às 14h02, teve 4,9 graus de intensidade e atingiu a região de Maule, com seu epicentro sob o mar, a 114 quilômetros ao noroeste de Talca.

O outro aconteceu às 14h56 e teve 4,6 graus de magnitude. Seu epicentro foi localizado a 130 quilômetros ao noroeste de Temuco, na região de La Araucanía.

Antes, às 11h22, um tremor de 4,9 graus sacudiu parte da região de Bio-Bío. Segundo o USGS, o epicentro foi detectado em terra firme, a 110 quilômetros ao sudoeste de Los Ángeles e cerca de 600 quilômetros de Santiago. EFE ns/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.